22 julho 2013

Natal!


Como eu disse que faria um post contando um pouquinho sobre a viajem, aqui estou! Então vamos lá: 

Eu estranhei muita coisa nessa viajem, afinal nunca tinha ido pra sitio pra ficar durante dez dias, o máximo que eu ficava em sitio era um dia e raramente isso acontecia, porque eu não gosto muito desse tipo de ambiente, eu gosto mesmo é da cidade, então quando cheguei lá estranhei um pouco, comida era bem mais forte do que daqui, temperos diferentes, pessoas diferentes, ambiente diferente, tudo era diferente e de qualquer forma, novo pra mim! Juro que vim embora de lá, sem me acostumar com quase nada.
Meu maior medo lá era os " cururus " que aqui nós chamamos de sapos, eu tenho pavor deles, são meus maiores inimigos, eles e as rãs pequeninhas que invadiam principalmente o banheiro quando chegava a noite. A noite pra mim era como se eu estivesse em um circo de tanto que meu irmão me fazia rir, me assustando com as rãs.
Essa viajem teve três propósitos:  Conhecer a minha família paterna. La eu conheci muita gente, por um momento achei que não ia parar nunca mais de conhecer as pessoas,a família é muito grande! Conheci tias adoráveis, primos e primas super legais, os meus avós bem de idade já são uns amores de pessoas, todos me receberam muito bem. 

Essa viajem também me mostrou o quanto eu sou enjoada e mimada, o que me fez sentir raiva de mim mesma, porque tudo o que eu queria naqueles dez dias era me acostumar com aquele ambiente, com os bichos, com a terra, com o calor, com o galo cantando cedinho, mas pra mim era quase impossível e grande parte disso se deve a minha criação, eu sempre tive muito medo de animais, até de cavalo eu tenho medo, sempre fui bem "nojentinha" com muita coisa porque fui criada assim, sempre comi só o que eu queria - lá também só comia o que queria e gostava porque eles são uns amores e faziam coisas separadas pra mim e para o meu irmão que é igualzinho a mim -  não sou acostumada a comer legumes e verduras, na verdade eu odeio essas duas coisas e lá eles são geração saúde né, comem muitas coisas saudáveis que eu deveria comer e não como, eu sou uma louca apaixonada por fritura e lá eles costumam comer coisas cozidas/assadas ao invés das coisas gordurosas que eu como aqui - isso era o que eu mais queria ter: o gosto por coisas saudáveis como eles tem -,  acordam bem mais cedo do que eu acordo aqui quando estou de férias, e o calor lá é de matar e da pra acreditar que agora eu não consigo mais acordar tarde e que acabei acostumando/gostando de muita coisa da cultura deles? que já to com saudade de acorda com aquele sol lindo no céu?

 Essa viajem me mostrou que não é impossível se adaptar aos costumes e a vida de outras pessoas, só é um pouco difícil, mas não impossível! E também me mostrou que é possível viver sem secador - tarefa difícil pra mim - porém, eu sobrevivi DEZ dias sem secador! 

Foi maravilhoso conhecer os meus avós, confesso que tinha medo deles falecerem devido a idade antes de eu conhecer e abraçar eles! Passei pouco tempo com eles, mas pra mim é como se eu conhecesse eles desde de bebezinha, já tenho amor por eles. 

A viajem é bem cansativa, por ser um lugar longe, mas ainda pretendo voltar lá! 
Tirei poucas fotos lá porque esqueci a câmera em casa, então tirei pelo celular, mas vou compartilhar aqui com vocês: 

( Eu )

( Eu e o Igor, meu irmão mais velho ) 

 ( Nós novamente ) 

( Descansar em baixo do juazeiro era a melhor coisa )

( o céu de lá é maravilhoso )

( Indo no aniversário de um nenem lindo que não lembro o nome dele )

( Papacu, passarinho lindo ) 

( Visão que eu tinha quando ficava embaixo do Juazeiro )

 ( Passei muitas tardes lendo esse livro, mas ainda não acabei, estou amando! )

( Igor dividindo a paz que era embaixo daquele juazeiro comigo )

( Juazeiro maravilindo )

( Bob - eu que coloquei esse nome nele )

( Uns dos bezerros )

( O sol indo dormir )

  ( Céu maravilhoso )

( Bezerro Aristobaldo, eu que coloquei o nome também, um amorzinho ele )

(Bia, princesinha, minha priminha! ) 

( Galinha, tem nome mas não posso fala aqui HUAHUS) 

( Galo José, ele sempre me acordava) 

( Hora de dar tchau e voltar pra Campinas né )

Foram poucas as fotos, queria ter tirado mais fotos, mais infelizmente eu sou lenta e esqueci a câmera aqui em casa :/ Mas é isso meninas, nesse post eu quis contar um pouquinho da viajem pra vocês e mostrar as fotos! Beijos 




Nenhum comentário:

Postar um comentário